Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘mãe’

Campus Party 2011 (#cpbr4)

No sábado, dia 22, fui convidada pela Sam (@samegui e @maecomfilhos) para participar de uma Desconferência de Mães na Campus Party 2011. O tema foi Baby Brother.

Além de aproveitar a ocasião para materializar várias @s, o tema está mais do que discutido na mídia, para contextualizar um pouco vou colocar o link de uma matéria da Folha de São Paulo que condenou mães que expunham a vida dos seus filhos na internet e gerou um manifesto de várias mães, com direito a retratação da Ombudsman da FSP.

Discutimos justamente isso: Blog materno é Baby Brother? (Mãe com Filhos) e até que ponto expor seus filhos na internet, será que no futuro ele não ficará envergonhado com todos os detalhes e imagens que a mãe publicou? (mais…)

Read Full Post »

Cena onde Penha discute com sua filha Lourdes

Ando um pouco relapsa com a academia e então sobra tempo para assistir as novelas noturnas, dia desses percebi que a novela Ti-ti-ti estava inserindo uma representante da nossa “categoria”, uma lésbica.

Acho que essa inserção serve p/ limpar a barra por terem matado o casal gay logo na primeira semana, deixando o rapazinho viúvo e também porque o homossexualismo feminino é mais aceito, menos agressivo, mais amoroso (como é que duas mulheres fazem sexo? elas não fazem, não tem um membro sexual envolvido *ironia*), no fim elas são AMIGAS e todo mundo aceita mulheres que não se desgrudam, afinal acontece nas melhores amizades hetero.

(mais…)

Read Full Post »

Tenho 4 sobrinhos, três meninos da minha parte e uma menina da parte da minha mulher, sou madrinha de dois (de um menino e da menina).

Desde criança sempre tive jeito com bebês e crianças menores, sempre era chamada para cuidar dos filhos da vizinha quando ela precisava sair e quando meu irmão começou a ter seus filhos eu praticamente era a babá oficial, adorava brincar de ser mãe: dar comida, escolher roupa, trocar fralda, dar banho e dar bronca (não sou uma tia babona que deixa os sobrinhos fazerem tudo). Devido ao afastamento da família acabei me afastando também dos sobrinhos e aí fiquei anos sem  conviver com crianças, minhas amigas não tem filhos e a maioria nem casada é. (mais…)

Read Full Post »

Sempre quis ser mãe, mas ser mãe para mim era algo diretamente ligado ao fato de como eu fui filha, como tive minha mãe sempre por perto, como me lembro dela costurando minhas roupas, brigando comigo quando eu não queria ir para a escola, como me lembro de ser a caçula grudenta que pergunta mil vezes por dia: Mãe, você me ama? (mesmo que ela falasse isso a todo momento)… Como eu adorava almoçar comendo no prato da minha mãe e por isso cresci gostando de coisas como: jiló, quiabo, pimenta e verduras amargas que muitas crianças não gostam.

(mais…)

Read Full Post »

olá meninas,

Ultimamente ando meio sumida, mas nesses meses ausentes continuei bem antenada nos assuntos que direta ou indiretamente são relacionados a maternidade lésbica.

Tenho acompanhado pelo fórum do site La Fulana como está se desenrolando a luta pelo casamento gay na Argentina e tenho visto que lá os casais também estão se reproduzindo e preocupados com a questão do registro de nascimento das crianças, há muita articulação de encontros p/ famílias e grupos de discussão só p/ mães lésbicas. (mais…)

Read Full Post »

Essa semana o trabalho me consumiu e sempre que isso acontece fico pensando nas estruturas familiares e toda a responsabilidade que vem junto, por isso vou dar essa interrompida rápida nos posts sobre os processos de reprodução assistida e dividir com vocês alguns links de vídeo e matérias que me fazem acreditar que todo o sacrifício vale a pena.

No ano passado a história do casal lésbico (Munira e Adriana) que fez uma FIV(fertilização in vitro) no esquema barriga de aluguel, uma gerou o óvulo da outra, ganhou muita visibilidade na mídia e o veículo que deu mais informações sobre o caso foi a Época (revista e site). (mais…)

Read Full Post »

O primeiro post do blog está sendo escrito no primeiro dia do primeiro ciclo de 2010.
Pode parecer meio brega, mas foi uma coinscidência bem oportuna. Fazer o blog foi uma decisão importante, um modo de mostrar o lado clássico dentro de um padrão de vida que muitos consideram incomum.

Espero conseguir ajudar outras mulheres que como eu varrem a internet atrás de informações e relatos de outras mulheres lésbicas (solteiras ou casadas) que conseguiram de algum modo realizar seu desejo de ser mãe (gerando ou adotando uma criança).

Espero conseguir relatar aqui minha história, hoje inicio a preparação da minha vida profissional, financeira, corporal e psicológica para gerar uma (ou duas) vidas. Quero que 2011 comece com frescor de vida nova, uma vida que será cultivada dentro de mim.

Caso queiram compartilhar suas histórias deixem um comentário c/ email e entrarei em contato.

Read Full Post »